COMERCIAL: 51 3061 1315 / ATENDIMENTO: 51 3061 2550 > Suporte

4 dicas para diminuir os gastos com TI em 2016

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Os gastos em Tecnologia da Informação devem atingir em 2016 3,5 trilhões de dólares em todo o mundo. Isso mostra o quanto o setor vem crescendo, se tornando cada vez mais importante no sucesso do negócio.

Porém, em tempos de cenário econômico incerto e instável, reduzir custos com TI é essencial para as empresas que querem garantir sua fatia no mercado, se tornando mais competitivas e assegurarando maiores lucros.

Por isso, listamos abaixo algumas dicas para te ajudar a reduzir gastos com TI sem afetar os resultados da empresa.

1. Alocação de recursos ou outsourcing

Uma das alternativas mais buscadas atualmente é a alocação de recursos ou outsourcing. Essa opção consiste na terceirização da mão de obra de TI de uma empresa para atender determinadas demandas.

Com a utilização desse recurso, é possível reduzir custos internos e aproveitar da especialização da empresa contratada para garantir uma maior qualidade de trabalho e melhores resultados para o negócio, visto que as equipes internas poderão estar focadas no seu “core business” específico.

2. Cloud computing

O cloud computing permite, essencialmente, ter acesso às mesmas facilidades e aplicações de qualquer lugar, independentemente da plataforma utilizada. Ou seja, por meio da internet, os programas são disponibilizados sem a necessidade de estarem instalados nas máquinas.

O seu uso permite a redução de custos com hardwares que atendem os requisitos dos softwares mais complexos. Muitas vezes, esses equipamentos de ponta geram gastos onerosos para as empresas, que podem ser cortados caso recorram ao cloud computing.

3. Software as a Service (SaaS)

Adquirir serviços do tipo SaaS também é uma ótima opção para quem quer reduzir custos e manter o nível de qualidade no trabalho.

Esse tipo de software, também conhecido como software como serviço, é uma forma de aluguel de um programa, ou de algumas de suas funcionalidades, que elimina a necessidade da compra de uma licença de uso, economizando tempo e também dinheiro.

4. Política do BYOD

O BYOD vem do termo em inglês “bring your own device” — traga o seu próprio equipamento — e consiste em uma política que incentiva os empregados a trazerem seus próprios dispositivos, como tablets e notebooks, para o ambiente de trabalho.

Dessa forma, a empresa economiza na aquisição de equipamentos e de hardwares para o trabalho, aproveitando o uso dos dispositivos pessoais de cada um de seus funcionários para o desenvolvimento das rotinas no dia a dia.

Além disso, com esse recurso, é possível reduzir os custos com manutenção dos equipamentos e, consequentemente, com a contratação de uma equipe de TI responsável pelos reparos.

Aparentemente, investir em novas tecnologias pode parecer custoso e problemático, porém, a evolução tecnológica nos traz hoje, e a cada dia mais, soluções como as descritas acima, em que buscam, justamente, otimizar os resultados corporativos, reduzindo os custos investidos.

Sem dúvida alguma, essas soluções te ajudarão a reduzir os gastos com TI, permitindo o aumento no lucro do negócio ou o remanejamento dos investimentos para outros departamentos da organização.

Curtiu nosso post? Comente e nos conte quais dessas dicas já são implementadas na sua empresa.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

About